quarta-feira, 11 de março de 2015

Teste seu Feedback com o Método Janela de Johari

O homem desde o seu nascimento utiliza o processo de comunicação para se fazer entendido quanto às suas necessidades. O processo se dá através da emissão de signos
padronizados que são codificados pelo outro, permitindo compreensão mútua. A mente humana apresenta a capacidade de evoluir no emprego dos signos, os quais passam a ter certos conteúdos de informações, de idéias, pensamentos, intenções, desejos e conhecimentos.

A forma como o indivíduo se comunica (à proporção que dá e recebe feedbacks) também determina, segundo Fritzen (1978), seu modo de relacionar-se com as pessoas (suas atitudes) e como as pessoas percebem essa forma de relacionamento (o que é fator determinante para o comportamento delas em relação ao indivíduo). Quanto mais equilibrada for essa comunicação, melhor será o relacionamento interpessoal desse ser com os outros membros do grupo.

Para facilitar o entendimento das regras básicas da comunicação interpessoal, Joseph Luft e Harry Inghan idealizaram, em 1961, uma matriz conhecida pelo nome de Janela de Johari, onde através de apenas quatro retângulos, dispostos de forma de janela, podemos conceituar todo o processo de percepção de um indivíduo em relação a si mesmo e aos outros. Os autores partiram do princípio de que cada um de nós tem (ou pode ter) quatro imagens distintas: Arena, Mancha Cega, Fachada ou Desconhecido.
  
Como modelo de mensuração, a janela de Johari baseia-se na troca de informações entre os indivíduos e na qualidade das interações. Assim, pode-se representar graficamente essa Janela como referência de estilo de comportamento individual. Trata-se de um diagnóstico significativo, do ponto de vista individual e organizacional, porque, com base no resultado obtido, as pessoas e a empresa passam a saber identificar os pontos a serem desenvolvidos e acompanhados em busca de seus aprimoramentos.

As linhas verticais e horizontais da figura acima movimentam-se tanto para a direita como para a esquerda; de cima para baixo e de baixo para cima, de acordo com a somatória de pontos, a fim de dar e receber feedbacks de cada indivíduo que responda ao teste atitudinal. Esse modelo se presta a testes individuais: cada pessoa tem uma Janela de Johari, com um estilo de comportamento dominante.

Criamos aqui um teste em excel muito fácil de realizar, onde é avaliado a capacidade de "Dar" e "Receber" feedbacks com base nos quadrantes (Arena, Mancha Cega, Fachada ou Desconhecido) da janela de Johari.

Baixe o arquivo e teste seu feedback 
Responda o teste com calma, com tranquilidade, pensando no seu auto desenvolvimento, aproveitando este raro momento para um auto feedback.




Para baixar o arquivo

“Quem conhece os outros é sábio. Quem conhece a si mesmo é iluminado” (Lao Tsé)

4 comentários:

  1. Mancha cega ? acho que sua tradução de blind spot esta meio errada, o correto seria ponto cego, ou seja área onde o indivíduo não consegue enxergar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na faculdade, foi exatamente assim que aprendi. Mancha cega! Desconhecido pelo EU / Conhecido pelo Outro... Para mim a parte mais importante do meu ego. Ouvir e prestar atenção sobre o que o outro me pode fazer prestar atenção, a certas caracteristístas da minha personalidade, que por variados motivos Eu não consigo apeerceber sem ajuda do Outro. Importantes em termos de crescimento pessoal...afinal onde mais podemos recolher informação que depois de análise interna, nos pode dar abrir para factos da nossa personalidade, que não podemos, ou não queremos reconhecer e que podemos trabalhar no sentido de melhorar o que não nos agrada no nosso Eu, como estimular as caracteristicas positivas. Aqui está o busílis da questão. Conhece-te a ti próprio!!!

      Excluir
  2. Fiz o teste, e agora como obter a resposta?

    ResponderExcluir